13/05/2016

Death Parade

Yo, my little bugs!

Adivinha quem ficou com o trabalho mais denso de filosofia pra fazer essa semana? Hein? SIIIIIM, vossa autora aqui! Bem, eu gosto de filosofia, porém eu gosto mais de "filosofar" do que estudar os filósofos, mesmo que grande parte da matéria seja dedicada ao estudo desses filósofos, porque né, eles precisam de mais que uma aula de filosofia por semana para serem compreendidos, não em sua totalidade, mas pelo menos entender o verdadeiro significado do que ele queria dizer, me entendem?

Meus amiiiigos, a senhorita Asenate me apresentou nos últimos dias um negócio que está me fazendo ficar igual ao Coringa (com o sorriso duro, pra quem não entendeu), que é aquele canal purpurinas magistrais do WTF Bangtan. Não, eu não curto K-Pop, mas esses vídeos do Bangtan fazem a pessoa MORRER de rir E tá, admito que eu gosto um pouquinho de Dope...Butterfly...Fire....Ok, eu gosto de algumas músicas, mas não de K-Pop no geral, e eu posso indicar uns logo de cara pra quem quiser morrer de rir (www)(www)(www)(www)(www)(www)(www); Em todo caso, vocês assistam só o primeiro mesmo, quem não tiver paciência de assistir essa ruma de vídeo,kkkkk.

Bem, hoje teremos mais uma resenha choradeira de anime dramático aqui no blog, cujo último episódio eu só não chorei porque tinha gente em casa, então eu tive que segurar foi horrível segurar o choro, mas consegui, que é a resenha dessa benção do Death Parade. Eu terminei esse anime hoje {11/05} e partiu fazer resenha; Quis nem ler o mangá, eu não ia aguentar demorar mais pra fazer a resenha disso aqui;

[Atualizando dia 12/05: Eis que eu descubro que Death Parade não tem mangá,kkkk]

Boremos ver o post então E de propósito, vou tacar AMV's da bad aqui


Death Parade- Não se enganem com a OP desse anime...

Ok, essa AMV não é da bad, mas pra uma introdução tá excelente, não?

Ficha Técnica: Death Parade ("Death Parade"-----"Desfile da Morte") é uma anime +18 de Drama e Mistério, com muitas colheres de sopa de Tragédias também, sendo da nossa amadíssima Mad House, que começou como um simples filme de 25 minutos, e devido a fama desse filme, a Mad House decidiu fazer a série animada, contendo essa 12 episódios de 23 minutos aproximadamente cada. O anime, até o momento, só possui uma única temporada, que foi ao ar de 9 de Janeiro até 27 de Março do ano passado, e até agora, só temos boatos sobre uma possível segunda temporada, que será muito bem vinda para aqueles que assistiram a primeira, com toda certeza. Realmente não tem muito o que se falar de Death Parade, mesmo porque a série não teve um mangá, e ela praticamente começou e acabou no ano passado, o que é uma tristeza, porque eu adoraria mesmo ver uma segunda temporada para minha shipp ferrada desse anime, para saber mais do restante dos personagens do enredo, enfim, para n propósitos.
Resumão {Sem Spoilers}

Ao início de tudo, precisamos saber que todos que aparecem nesse anime são mortos- ou melhor dizendo, a alma desses mortos; Quando uma pessoa morre, ela é dirigida ao purgatório (Representado no anime por um bar) e irá de encontro a um Juiz; Um ser que nunca viveu, nem muito menos vivenciou a morte ou tem sentimentos. É uma casca vazia imparcial; Um boneco ou pelo menos, assim é imposto que eles sejam que irá revelar a escuridão da alma com a qual está lidando, para assim efetuar um julgamento, que consiste em fazer com que sua alma reencarne ou vá para o vazio, onde nunca terá a chance de viver novamente; A escuridão da alma de um ser é revelada quando esta é exposta ao que viveu anterior a sua morte, pois quando você morre, seu choque por sua morte é tão grande que você chega ao purgatório sem lembrar de como morreu, e o juiz irá lhe impor jogos dolorosos ~Literalmente mesmo~ que irão refrescar sua memória, e é a partir daí que o julgamento será realizado. Para isso, as memórias da alma em questão são enviadas a um lugar específico, que irá compilar a memória do indivíduo, e mandar ela para o juiz encarregado do caso. Resumindo o que eu acabei de falar: No bar temos jogos que trarão de volta sua memória antes de você morrer, e nos momentos de desespero que você irá passar por conta desses jogos Que supostamente tem em jogo a sua "vida" resultarão no seu destino final.

Temos muitos Juízes e seus respectivos bares no Purgatório, porém, nosso principal Juiz da trama é Decim "Dékin", que é um razoável novato nessas coisas de julgamentos, e ele foi colocado ali por Nona, outra Juíza, que funciona como uma espécie de patroa para o Decim, deixando ele a cargo dos julgamentos no QueenDecim Nome do bar do Decim. Um dia, porém, a alma de uma mulher de cabelos negros chegou ao bar, e para espanto do juiz, ela se lembrava de absolutamente tudo antes de chegar ao bar, coisa que não acontecia com alma nenhuma. Nona, sabendo da situação, apaga as memórias da mulher, as compila e começa a pensar no que fazer com ela, quando Decim se oferece para cuidar do julgamento dela após um tempo; Nona concorda, porém alerta que ela é uma alma viva, e almas vivas não conseguem suportar muito tempo no purgatório, e sendo assim, que ele não demore muito com esse julgamento. Até lá, ela resolve deixar a tal mulher como assistente do Decim.


Nona decide fazer um tour pelo bar com a mulher assim que esta acorda, para explicar-lhe passo a passo como ocorre a ação dentro do bar, explicando sobre os jogos e como eles persuadem as almas a jogarem os tais jogos: Aproveitando-se do fato que essas almas pensam estarem vivas, elas tem que jogar o jogo, caso contrário, não saem do bar; Caso elas perguntem o que acontece se elas não jogarem o jogo, o Decim vai mostrar um local escuro, onde as sombras visíveis aparentam ser de cadáveres pendurados ao teto Quando na verdade, são bonecos e assim, eles veem que não tem escolha a não ser jogar o jogo. Após vermos o primeiro julgamento do anime, a mulher de cabelos negros fala a Decim, de uma forma bem sutil mesmo, que o julgamento não havia sido justo, tendo em vista que ele não considerou os sentimentos de um dos réus, no caso, o que foi jogado no vazio. Nona, tendo em vista que os argumentos da mulher eram bons e tinham fundamento, dá um corretivo Verbal mesmo no Decim, e o alerta para que não cometa mais erros parecidos. Assim, começa o período tenso e triste que a mulher irá observar a partir dos tipos de pessoas que vão aparecendo por lá, e ver como a grande maioria jogou sua vida fora Com exceção do segundo e do último caso, e isso cada vez nos leva a pensar sobre nossas próprias vidas, e esse é o ponto forte do anime: nos fazer refletir.


Nossos Dois Protagonistas


Decim: Ele é um juiz novato, de certa forma, que alega ainda ser muito inexperiente com os julgamentos que faz, cometendo inúmeros erros básicos, apesar de tentar sempre se melhorar, ainda aparece alguma coisa errada. Ele respeita muito os seres humanos que viveram uma vida completa, e ainda mais aqueles que chegam ao seu bar sem o mínimo receio de ir ao céu ou ao inferno, afinal, já havia tido uma boa vida, e pouco importaria seu destino agora. Decim, mesmo tendo consciência que jamais fora humano, e portanto jamais havia sentido nada, guardado qualquer sentimento por alguém ou sequer ter vivido, ainda assim tem traços humanos em si (No que se diz respeito a sentimentos), que ficam mais fortes com a presença da Mulher de Cabelos negros ao seu lado. Cada dia mais ele fica curioso com ela, tentando entendê-la melhor como ser humano, e ele passa a gostar dela também, coisa que aos olhos dos outros juízes é algo inconcebível, principalmente ao maior dos juízes, ou no caso, aquele que é mais próximo de Deus. É notável que ele passa a evoluir seu lado humano, e deixa de ser o ser Poker Face que ele era obrigado a ser.

A Mulher de Cabelos Negros: É uma alma que teve sua memória apagada, e não sabe disso, muito menos se recorda de como chegou ao bar. Após se instalar no QueenDecim, ela passa a ter sonhos todos os dias com dois personagens de um livro infantil: Chavvot, uma menina surda e Jimmy, um menino que se apaixona por Chavvot, e tenta de todas as formas transmitir seus sentimentos a ela, chegando até mesmo a pedir ás estrelas que transmitissem seus sentimentos a ela. Estranhamente, essa Mulher tem uma roupa em seu guarda-roupa que se assemelha a roupa de uma bailarina, ou algo assim, e sempre se pergunta de onde diabos brotou essa roupa, mas o fato é que tudo isso tem a ver com seu passado, e vai ajudando ela pouco a pouco a lembrar de sua própria história, que apesar de não ter sido uma morte tranquila, trouxe a ela certa felicidade no momento em que chegou ao bar com suas memórias, mesmo depois ela se arrependendo de tudo. É notável que ela vai se acostumando ao modo fechado do Decim, e acaba gostando dele tanto quando ele dela, e fica nessa coisa fooooooufa até o final, que é choradeira por cima de choradeira, heheh; Mas mesmo assim, ela fica deveras aterrorizada com a forma a qual Decim julga ás pessoas, pois não é no momento de desespero que você verá a natureza real das pessoas, mas sim, pelo conjunto da sua vida; Tudo o que ela fez em vida.


Cuidado que essa AMV tem spoiler, mas se não tem problema pra vocês, assistam<3 Ela foi de fato feita para minha shipp <3333
Comentando sobre essa série {Área com spoiler}

Gente do céu...Que anime foi esse; Eu jamais pensei que eu iria dar de cara com um anime de enredo tão dramático como aconteceu aqui com Death Parade. Eu jurava que iria me encontrar com um seinen todo purpurinas Antes de saber que era da MadHouse, mas aí minha gente...o jogo virou, e eu assisti o jogo virar com MUITA vontade de chorar Sim, eu me envolvo com mais facilidade á enredos dramáticos. Primeiramente, por causa do Decim; Jamais iria imaginar eu encontrar um cidadão Poker Face, que após se envolver com um ser humano, passou a saber o que é sofrimento, o que é tristeza, qual o verdadeiro sentido do julgamento, e até mesmo qual o verdadeiro significado da vida! Em um momento, ele {Spoiler} Levou a Chiyuki até o vazio e fez uma representação da casa dela, como uma forma de tentar entender ela melhor {Spoiler Off} e quando descobriu o que queria, o cara simplesmente chorou; Isso foi um CHOQUE! Quando eu me toquei que o Decim estava chorando quando {Spoiler} A Chiyuki observava supostamente sua mãe chorando após sua morte em um altarzinho, e começou a se lamentar e pedir desculpas a mãe por não tê-la valorizado, e muito menos ter valorizado a própria vida {Spoiler Off}, eu fiquei BEGE! Eu não pude crer no que eu estava vendo! Como assim, cara? E ver ele sorrindo depois que {Spoiler} Deixou a Chiyuki no elevador da reencarnação com um sorriso no rosto {Spoiler Off} e, quando está tudo para terminar de fato, constamos que {Spoiler} Ele construiu uma boneca parecida com a Chiyuki sorrindo no bar {Spoiler Off} E aí eu fiquei foi de TODAS AS CORES, minha gente <3

Depois, temos os casos que aparecem nessa novela, que é cada um mais tenso que o outro. Para mim, os mais tensos foram o Death Arcade e o Death Rally, que foram do tipo de caso em que eu me pus no lugar do Decim, e fiquei "....Putz....E agora? Quem mandaria eu ao vazio ou a reencarnação?" Principalmente no Death Arcade! Para quem assistiu e não lembra, esse é o caso {Spoiler} Da apresentadora que engravidou cinco vezes de um homem abusivo, e foi  sufocada por sua agente e do adolescente que se tornou recluso após a morte de sua mãe, (ignorando até mesmo sua madrasta, que era boa para ele) e um dia, se joga da janela do prédio em que mora {Spoiler Off}. Quando vi a reação desses dois, me partiu o coração, velho! Temos aqui uma mãe, que começava a ter uma boa relação com seus filhos depois de muito tempo e um adolescente que quer se redimir para com sua madrasta; E aí? O que fazer em um momento como esse? Essa pergunta foi o que me instigou a assistir o anime do começo ao fim, procurar o filme, e também o que me fez ficar apaixonadíssima por ela! E o final então? MEU DEUS, foi um dos episódios finais de anime mais feels que eu lembro de ter visto! Foi uma coisa emocionante, principalmente porque nesse episódio podemos testemunhar o quão humano o Decim se tornou, e o tanto que A Mulher de Cabelos Negros de arrepende do que fez antes de morrer; É uma coisa absurdamente chorosa, que ficou no meu core pelas eternities aí.

Mas afinal de contas, qual a lição que esse anime nos passa? Ela é tão simples, mas tão simples, que chega a ser difícil de colocarmos em plena prática: Viver a vida. É fato que a vida de ninguém é fácil, que ninguém é cem por cento feliz em sua vida, que ninguém é o Coringa pra andar por aí 24 horas sorrindo, e também é fato que não são todas as pessoas que conseguem suportar a pressão que o mundo nos impõe, mas isso apenas significa que você pode se superar! Não há problemas irresolvíveis, muito menos problemas que vão se resolver com você tirando sua própria vida! Quantas vezes eu já não vi gente da minha idade, lidando com a exclusões da sociedade, sabe-se lá por qual motivo, que já pensava em se entupir de remédio visando acabar com a própria vida? Eu só queria que essas pessoas entendessem que NADA vai se resolver assim.

Já que algumas pessoas podem me achar metida por falar tão facilmente de algo tão chato, que eu não conheço nada da vida de vocês para estar dando opiniões tão abertamente, então TIREM POR MIM! Eu sofri bullying interruptamente por três anos, mas fui idiota e fiquei calada durante três anos, aguentando brincadeiras sem graça que me aconteceram Já derramaram achocolatado numa blusa minha, jogaram chiclete no meu cabelo, me jogaram de um batente também, enfim, não eram só as piadas que aconteciam e tanto é que umas das brincadeiras ainda tem rastros até hoje! Essa do chiclete que jogaram no meu cabelo, que terminou com a parte direita do cabelo da minha testa parcialmente raspado, e até hoje não cresceu direito. Eu já pensei em várias coisas nessa época, inclusive me passou a ideia idiota de me matar também, mesmo que levemente; Mas só o fato de ter pensado já é um problema! O que eu fiz? Simplesmente cortei o problema pela raiz, e parei de ser trouxa falando tudo a quem eu devia, e cá estou eu. Ainda não me recuperei cem por cento dessa época, mas posso dizer que raramente me lembro desses episódios tristes da minha vida. Vocês entenderam o que eu quis dizer? Se não, eu digo: tudo nesse mundo é uma questão de superação, e se você não consegue sozinho, o correto é procurar alguém a quem confiar, e os mais indicados são os pais, e isso falo por experiência própria. Deixo aí a minha boa ação do ano para vocês, e pensem direitinho no que eu disse, sim? Não vão fazer alguma besteira a qual vocês acabem se arrependendo depois.


A melhor AMV das que eu mostrei aqui :3
A OP e a Ending {PS: A OP é pura propaganda enganosa}


Outro ponto muito positivo da série são a OP e a Ending; A OP é das músicas mais dançantes possíveis, do tipo que você fica com vontade de levantar da cadeira e começar a dançar; Por sua vez, a Ending é bem mais trevosa. E vale lembrar que essa Ending tem, no mínimo, cinco ou seis animações diferentes para a mesma música. Eu mostraria as outras versões, porém algumas são meio que spoilers, então vão essas versões mesmo.
Em conclusão
Death Parade é um anime excelente, com uma animação absurdamente boa também (Qualidade Mad House, então né, não podia se esperar menos), com um enredo digno de segunda temporada, que merece muito mais que dez!

Bem pessoal, é isso! Fiz minha boa ação do ano, indiquei um anime bom todo para aqueles que querem seguir uma vibe mais trevosa, e por aqui eu fico! Até a próxima!!!!!

Thanks Boys and Girls,
Bye, Bye

7 comentários:

  1. Olá Lives-chan! Tudo bem com você?
    Filosofia é muito legal, mas como você mesma disse, eu prefiro filosofar à estudar os filósofos AHUAHUSAUHS Coisa chata ¬¬ Ano retrasado tive que fazer um trabalho sobre Platão (se não me engano), foi mó cota ahahaha.
    O amor por WTF Bangtan! se aflorou dentro do meu coração também, morro de rir com os vídeos! Fico assistindo várias vezes, a voz do Jimin é o máximo, como lidar AHUSHAUHSUHAUHSASUAHS "Tá voando" "O quê? Era pra tá furado?" "Não o balão, meu coração por estar perto de você" Neide melhor pessoa ever akskaksalskaskkas ~engasgando só de lembrar

    Okay...agora...
    VELHO VELHO VELHO!!!! EU PIREI QUANDO LI O TÍTULO DESSE POST, DEATH PARADE É UM DOS MEUS ANIMES PREFERIDOS!
    Antes de tudo: sim, a opening é certamente uma propaganda enganosa! AHSUAUHSUAHS Me despedaço com essa ending, gente Ç_Ç
    Gostei de como você apresentou a história e os personagens, detalhou tudo direitinho e sem dar muitos spoilers! Mas eu acho que a classificação do anime é +16 x'D q
    De longe, Death Parade é/foi um dos animes mais espetaculares que eu assisti. Cara, o fato de ele ter sido produzido a partir de uma ideia original do estúdio é incrível! É muito, muito raro mesmo ver animes que não foram adaptados de um mangá com uma temática tão incrível e original! Só aí, ele já ganhou uns 10 pontos comigo -Q
    Enquanto eu assistia DP, eu senti muitas coisas diferentes. O que eu mais gostei nesse anime é que ele aborda um tema muito particular e de forma simples porém mais séria do que vemos em muitas outras obras espalhadas por aí: arrependimento. Nos últimos episódios, quando a Onna descobre o que realmente aconteceu vulgo quem era ela e se desculpa por não ter valorizado a vida que tinha, eu não consegui me conter. Nessa época eu andava meio depressiva (2015), muitas coisas tinham acontecido...e eu me lembrei de todos os arrependimentos da minha vida. Eu sei muito bem do que você estava falando, e concordo plenamente. É muito, mas muito difícil passar por uma situação ruim sem nenhum ombro como apoio! E, mesmo tendo amigos ao redor, a coisa continua a mesma: VOCÊ terá que tomar a decisão final, VOCÊ terá que passar por aquilo sozinho. Eu não quero puxar sardinha, mas eu juro, Death Parade mudou o jeito como eu vejo as coisas. Já tive muitos pensamentos suicidas e antigamente eu realmente pensava que viver ou não já não fazia diferença, mas não é verdade. Parando para refletir, eu percebi que eu quero viver! Eu gosto de estar viva! De poder conhecer pessoas e coisas novas, sentir sentimentos diferentes, ter várias ideias e pensamentos...sabe, eu não quero que a minha vida acabe por aqui! Quero fazer coisas novas, quero enfrentar situações difíceis e depois dizer "EU CONSEGUI!" com a cabeça erguida. Quero olhar para trás e ver que na verdade aquilo que para mim era um motivo para morrer, não era na verdade nada demais. No meu caso, o problema (em parte) é exatamente isso de não poder me comunicar direito com meus pais, mas eu concordo contigo! Sabe, eu já tentei me cortar, sim; mas eu nunca consegui. Talvez por eu ser medrosa demais, mas eu sei que dentro de mim, eu também não queria deixar as fraquezas me vencerem, entende? Eu não queria fazer isso. Eu honestamente penso que pessoas que se automutilam têm a mente fraca (não, não estou querendo zombar ou qualquer coisa assim), eu sei que é difícil pedir a ajuda e às vezes as coisas só pioram ou não mudam em nada, mas...é preciso ter esperança, hm? O tempo vai levando todas as tristezas e secando todas as lágrimas...e talvez um dia, aquilo já nem será lembrado com angústia. Eu acho que é sobre isso que Death Parade fala, sobre se arrepender e aprender a valorizar. Eu penso que suicídio não é uma consequência, mas sim uma forma de fuga...mesmo assim, do que adianta? Digo, você quer ser só mais um neste vasto mundo, simplesmente desaparecer? Ou então ser lembrado pelo menos por aqueles que o amam?...Você não acha que viver é incrível?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ~continuação~

      Anyway, essa cena que eu citei certamente foi a mais triste - para mim. E meu Deus!!!! O Decim chorando!!! Isso destruiu o meu coração! Foi lindo, lacrador, triste, emocionante...cara, ele conseguiu entender o que é ser humano, tem coisa mais linda? Eu simplesmente amei como a Onna/Chiyuki era contra aos métodos de julgamento do Decim (e de todos os outros juízes, é claro), e defendia a humanidade e como questionava e impunha os próprios argumentos! Ç_______Ç

      O anime também falava sobre amor e sobre aquele tal ditado "você colhe o que planta". Eu morri quando a Mayu foi para o vazio só para ficar com o bosta daquele idol, cara, ela realmente amava ele, apesar de todas as futilidades e atração platônica. E a irmã daquele cara, toda espancada? Gente )':
      Achei o gesto do Decim de fazer uma manequim em homenagem à Onna simplesmente a coisa mais linda do mundo! <3 Esse shipp me deixou em pedaços, foi tão destruidor quando TomoNagi e NaruSaku *chora* Por quê? Por quê eles não podiam ficar juntos????? ~depressão O Ginti também fez uma bonequinha da Mayu, tão lindjo <3
      Ademais, achei DP bem adulto e achei o final simplesmente perfeito. Eles conseguiram fechar bem a história sem deixar pontas soltas (ou pelo menos não tão visíveis)! E todas as referências? A forma como eles abordaram essa ideia de reencarnação/vazio barra céu/inferno...achei simplesmente perfeito. Eles questionaram todos os princípios do budismo/espiritismo e outras religiões asiáticas e em momento algum criticaram outras. Eu sinceramente não acho que precise de uma segunda temporada, pois acho que Death Parade é incrível pelo que é, e acho que seria forçado demais continuar com a mesma temática...


      Tem um AMV muito espetacular que eu gostaria que desse uma olhadinha: https://www.youtube.com/watch?v=3WKOHAMGAR0
      Ah, tem esse aqui também: https://www.youtube.com/watch?v=s3XeiTTwllA

      Comentando sua conclusão, bem, não era de se esperar menos da MadHouse, né! A animação é muito linda e perfeita xent <3 E a OST....aaaaah, tanta perfeição...

      Não revisei o comment, então perdão por qualquer erro.
      Beijos :*
      Muzukashii no Koto

      Excluir
    2. Yo Nagisa!!!! Estou ótima, obrigada por perguntar <3

      Atualmente eu me encontro em um trabalho semelhante, porém sobre Francis Beacon e Isaac Newton (Importância filosófica e Influência Científica), e ambos possuem idéias bem densas de se interpretar; De certa forma, dá até orgulho em saber que a professora me passou um trabalho desse formato.

      KKkkkkkk; Na verdade, sou obrigada a admitir que meu amor por BTS também cresceu um pouco devido a esse canal ~E justo o Jimin-Moby Dick é o meu ultimate,kkkkkk~. Inclusive eu tenho vários vídeos favoritos desse canal: o da Sasaeng, o da Pizza que eu não pedi, o da paródia do Butaflai; Enfim, uma montanha de favoritos.

      Na realidade, o anime é +18 sim, e pode-se provar isso facilmente: qualquer site de animes por aí possui esse anime com essa classificação, e a justificativa é, com toda certeza, os temas mais chatinhos que ele aborda, como suicídio.

      Esse anime realmente é algo que faz a pessoa pensar, principalmente nas escolhas que você faz durante sua vida. As pessoas podem jogar sua vida fora de muitas maneiras diferentes, e a depressão só colabora para uma das formas (Suicídio, no caso), e a pessoa só se salva dessas depressões profundas com a ajuda de outras pessoas, e acredite: Nenhuma depressão é justificativa o suficiente pra que você tire sua vida, mesmo porque, ninguém conhece a vida pós-morte de fato para saber se morto você estará em paz, ainda mais depois de tamanho atentado contra a vida.

      Sabe, possuo o mesmo pensamento que você. Descobri, nesse triste episódio que tive na vida, que não há nada mais maravilhoso que viver! Que provar aqueles que queriam te afundar que, a cada queda, você levanta mais forte! Que poder conhecer seu futuro compassadamente, ver no que sua história vai dar, quem você vai conhecer; Certeza que não há nada melhor que viver!

      Na verdade, vejo o suicídio com um fracasso próprio; E único erro irreparável que o ser humano pode cometer, que em nada mais termina que em mais sofrimento, dor, e se brincar, resulta em outros suicídios também. Como você mesma disse, de quê adianta se suicidar?

      Realmente, o final conseguiu ser absurdamente emocionante, e ainda me doi um pouco que a minha shipp não tenha se concretizado da forma correta; E eu fiquei surpresa com a Onna, mesmo porque, ela consegue ser uma personagem foda fazendo pouquíssimas coisas! E o Decim então? Ver o Decim pouco a pouco compreender os sentimentos humanos foi algo certamente fantástico!

      A segunda temporada que eu desejo serviria mais para explicar a história do restante dos personagens, como os outros juízes; Ou vai dizer que você não sentiu nenhuma pontinha de curiosidade com os juízes? ;)

      Nada, eu também não costumo revisar meus comentários, tá tranks :3

      Kissus <3

      Excluir
  2. BUTTTAAAFFLLAAAAAIIII, PRA BUTTTAAAFFLLLAAAAIIII SHAUSHAUSHAUSHUA MANU, MELHOR VÍDEO EVER QUE EU VI ESSA SEMANA! Na boa Lives, abençoada seja essa pessoinha que te apresentou esse canal e tu por ter me mostrado esses vídeos! TÔ RINDO ETERNAMENTE COM ESSE DO BUTAFLAI! (e falando em música, já ouviu a música Run deles!? E achei ela bem bacanuda <3)

    MAS, FOCA NESSES FEELS DE DEATH PARADE!

    MULHER QUE DIABOS FOI ISSO QUE EU VI!?

    Okkks, vamu começar por partes:

    1) Shipp sedução: PORQUE ESSAS KREANSAS NUM SE PEGARAM!? PORQUE!? UM BEIJINHO ENTRE O MACHO DE CABELO BRANCO E A MINA MORENA! UM KISS, NUM PEÇO MAIS NADA, APENAS UM KISS! Sério, eu shippei esses dois numa violência que nem te conto! Na boa, eles são muito fofenhos juntos. Cara, a forma como o Decim vai criando sentimentos humanos é espetacular. Como os dois vão se aproximando, se entendendo, formando uma dupla/parceria/romance incríveis!

    Putz cara, que cena final foi aquela! DO DECIM CHORANDO! MANU, ELE AGARRANDO O PEITO DELE E CAINDO NO CHORO! MEU DEUS, ABRAÇA ESSA CRIATURA FOFA PORQUE O NEGÓCIO TÁ TENSO! Putz, a história da mina morena também foi para ferrar! Cara, ela querendo se desculpar com a mãe..... AI MEUS FELLS! NA BOA, DEPOIS DESSE ANIME NUNCA MAIS CONFIO EM OUTROS ANIMES COM PATINAÇÃO NO GELO! (e tá para sair um anime de patinação no gelo, no qual provavelmente terá altas viadagens e muito feels!).

    Cara, das histórias a que achei mais tensa foi daquele casal que jogou dardos...Putz, quando meteram história de bebê no meio...PQP! QUANDO O HOMI ACERTOU A ÁREA QUE CORRESPONDIA O ÚTERO DA MULHER, MANU EU GELEI MUITO! TIPO "AGORA DEU MERDA DE VEZ"

    Outra também que me deixou aflita foi aquela dos irmãos, em que a menina tinha sido abusada/espancada......PUTZ CARALHO MANO! GENTE, QUE LOUCURA FOI AQUELA!? O DETETIVE ESPEROU A GURIA SOFRER AS PARADAS PARA PODER TER PROVAS CONTRA O CULPADO! SÉRIO, AQUILO FOI MÓ LOUCURA MANU! O irmão formando amizade com o detetive e depois descobrindo que ele num tinha feito nada para ajudar a irmã dele. E por outro lado o detetive de mãos atadas sem nenhuma prova, tentando impedir que novos casos ocorressem, tentando tacar o loko na cadeia.....MEU DEUS, VAMU MANEIRAR NESSE DRAMA!

    Enfim, a opening é maravilhosa! AMO DE PAIXÃO <3 MELHOR OPENING EVER! MEGA DANÇANTE E COM O DECIM DANÇANDO TAMBÉM <3 É uma pena que o anime seja original, ou seja, nenhum mangá para quebrar o galho Ç.Ç É rezar e muito para uma segunda temporada para termos continuação!

    Ah! Mas, no final também teve uma historinha fofenha! Aquela da garota e do rapaz que jogam boliche! ATÉ ENCONTRO ELES TIVERAM NO BAR <33333 FOI MUITO QUERIDINHO AQUILO <3333333

    Enfim, é um anime espetacular com uma mensagem maravilhosa! Eu concordo com absolutamente tudo que você falou! As coisas podem estar ruins, mas elas melhoram, basta querer e procurar soluções. E o que tu fez de falar para os teus pais sobre o que tu estava passando de longe foi a melhor opção e a coisa mais inteligente a se fazer! Sério, mulher tu é jovem, mas tu tem uma força e uma mente espetaculares! Na boa, nesses momentos os pais são as melhores pessoas com quem alguém pode contar! Ainda bem que tudo foi resolvido O/ Aliás, a minha prima infelizmente passou por situações desse tipo, uma colega dela tomou ciúmes da minha prima e começou a fazer um monte porcarias. Mas, felizmente a primeira coisa que minha prima fez foi falar aos pais, pois assim puderam buscar por uma solução, e o hoje tá tudo resolvido!

    Bem, vou ficando por aqui

    Kiss

    ResponderExcluir
  3. Heeey Lives!

    Pera aí! Sério que você tem filosofia na escola? Gente, na minha época nós só tínhamos isso no ensino médio e olhe lá! E bem olhe lá mesmo! E tipo, impossível estudar filosofia em tão pouco tempo, tem gente que faz faculdade de filosofia, fica anos lá e sai sem entender é nada. -q

    Huahsahsuhas se eu tiver um tempinho eu vejo esses bangues aí do youtube!

    Nunca tinha ouvido falar de Death Parade, mas só pelo nome acho que eu iria curtir! hasuhasuhasuha Então vamos lá comentar essa resenha nada grande! /sqn

    "é um anime +18" como que você tá assistindo um negóço mais dezoito menina??!!!?!!11!111! Huaeuehauhe brinks

    A história me parece bem interessante, algo que se passa num purgatório e basicamente se trata de morte, realmente parece bem forte e dramático. Também gostei dos dois personagens principais, a mulher de cabelos negros parece aquele tipo de personagem nada clichê e toda fodona <3

    Bom, eu já vi que vou chorar muito se assistir a esse anime! Porque se entendi bem, são feels do começo ao fim! ;-;

    Também fiquei triste pela sua época de bullying, mano, que coisa horrível, não? Mas é como você disse, se tivermos força de vontade é possível superar qualquer coisa, portanto desistir jamais. Muitas religiões acreditam que o suicídio é uma das piores coisas que podemos fazer com nosso espírito. =/

    Então, enfim, assistirei com certeza! <3

    ResponderExcluir
  4. Ooooooooi Lives <3
    Menina, eu nunca tive filosofia a sério na escola e imagino que seja chato. Minhas aulas de filosofia eram mais voltadas a debates politicos, ética e moral, raramente estudávamos um filósofo. Talvez Sócrates ou Aristóteles, não lembro ao certo. Só lembro que uma aula de virtudes e vícios. Mas enfim, é menos complicado do que parece, viu? Adoraria oferecer ajuda, mas acho que os autores que eu estudo na faculdade não são vistos na escola -qqq anyway, qual o tema do trabalho???
    Sobre a resenha, já vi sobre Death Parade no blog da Hina, mas não lembro se foi uma resenha ou só um comentário mesmo. Enfim, achei o enredo interessante (ADOROOOOO releituras do purgatório!) e fiquei bem afim. O melhor? Curtinho, do jeito que minha vida acadêmica gosta -qqqqqqqq Vou considerar, falta só o tempo e o pique de baixar, sentar e assistir. No feriado, talvez? -qqq
    Beijos! :*

    ResponderExcluir
  5. ;---; Escrevi o comentário todinho e mudei de página sem querer, pois é, que tristeza.

    Ooi! Sobre filosofia, sei como é. Eu não gosto muito de filosofia não, sei lá, vários nadas, só que meu professor é legal as vezes, então dou um desconto. O ruim é que ele é contra avaliar os alunos com provas, então qual a melhor solução pra isso? Dar um trabalho para todas as semanas do ano inteiro, otima solução né? Só que não SHUASH

    Sobre o anime, eu já havia assistido faz um bom tempo, e realmente me lembrando dele agora é bem marcante e triste, o final é muito triste porque sei lá, coitado do Decim ;-; Uma bonequinha não substitui a pessoa normal...
    O anime me fez refletir muito, apesar dela me trazer um pouco de tristeza, como o caso da personagem principal, tipo, era o sonho dela, da vida toda, ela conseguiu várias coisas com aquilo e de repente, tudo acaba, até ela procurar outra coisa que goste, se dedicar e conseguir viver disso, é tanta coisa que dá até desanimo e sem falar que não é fácil abandonar as coisas assim. Os casos que você citou(da mãe com cinco filhos e do menino e a madrasta) também me deixaram muito triste, poxa ;-; Não tenho nem o que falar, do menino e a madrasta foi o pior pra mim, tudo aquilo aconteceu SÓ porque ele foi egoista, então eu fico pensando em várias coisas sobre isso. É muita brisa para pouco anime.

    Minha opnião sobre suicidios não é muito bem formada, acho que existem casos e casos, e que quando é alguma coisa que fez um grande mal á você e não pode ser revertida, é dificil viver carregando esse fardo que a culpa de te-lo não seja sua, então nesses casos não acho que suicidio seja algo que vá reverter mas, se a pessoa sente que não quer viver com isso, e que não vai conseguir superar, acho que a única coisa que ela pode pensar é em suicidio, e quem sou eu para opinar, afinal não passei o que a pessoa passou, e não sei se caso fosse eu pensaria em suicidio ou não.
    Já indo aqui, beijos :3

    ResponderExcluir